segunda-feira, 13 de setembro de 2010

I say hello

Será verdade que todos temos um lado negro? Essa noite eu estava achando meu lado negro imenso, gigante, e a pontinha do iceberg negro era eu pensando que tomara que fosse assim com todo mundo. É feio, eu sei. Até que uma hora eu me toquei que já tinha me dado muita paulada, e que precisava fazer um carinho pra pelo menos me pedir desculpa. Mas não sou muito boa nisso e o resultado foi uma insônia assim... horrível. Mas tudo bem, uma hora eu dormi e hoje amanheceu de novo.

E daí que tudo que eu ontem pensei que tinha feito errado hoje vieram elogiar. E eu tenho mania de achar que sei o que os outros pensam/querem e isso só tem dado errado. Olha, preciso escrever nas costas da mão (que é onde eu anoto o que não posso esquecer) que antes de assumir que fulano quer isso, acha aquilo, gosta daquele outro, mais vale perguntar. Tem muitas coisas que preciso anotar nas costas da mão. Uma delas é conversar mais com os amigos, talvez eu tenha menos insônia, porque eles sempre tem um carinho pra me oferecer, enquanto eu só sei falar comigo dando paulada.

E isso está o maior papo de doido.

Um comentário:

Anna disse...

Sil, analisar os outros é das coisas mais difíceis desse mundo. Na grande maioria das vezes percebi que as pessoas simplesmente não querem mostrar o que de fato sentem/pensam. Sei lá se é vergonha ou coisa parecida. Talvez você tenha acertado algumas vezes só que os outros não te deixaram ver. Quanto às pauladas em você mesma, até onde vi, você não merece. Sou maluca o suficiente para escrever conforme penso ;)