quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

o improvável acontece... comigo.

Hoje, no exercício da função de mãe, precisei levar o Nuno no hospital. Febre desde ontem, baixava e voltava, aquela coisa.
A pediatra que atendeu a gente não foi a maior simpatia, na verdade ela fez várias coisinhas que dão aquela reforçadinha na minha birra com médicos, mas eu, ultimamente, tenho escolhido bastante minhas brigas, não ia discutir com ela o conceito de inflamação.
Peguei a receita, olhei o nome dela e arregalei os olhos. Toda a antipatia foi por água abaixo, fiquei até sem saber como falar.
_Seu nome é esse? _Mostrei a receita pra ela.
Ela respondeu que sim, e eu:
_Olha, é que tem uma foto sua no caderno de receitas da minha mãe.
_Ah, ahahaha, a receita da torta...

A receita da torta que eu mais gosto é dela. Minha mãe pegou numa revista dos anos 70, colou no caderno de receitas com a foto da autora, que foi parar na revista por que ganhou um concurso da Maizena. E fizemos essa torta tantos domingos, e tantas vezes minha mãe fez porque eu ia chegar de viagem...
Essa senhora, que na época da foto tinha 17 anos, uma pose de quem ia mudar o mundo, e segundo a short bio da revista, estudava medicina e participava de movimentos por uma infância e juventude mais saudáveis (eu li isso muitas vezes, tá?), atendeu meu filhote hoje, e sei lá, podia estar sem almoço, ou num mau dia, quem vai saber? Diz ela que até hoje reconhecem ela por conta do concurso (e do nome que não deve ter outro igual: Evelyn Hack Bidigaray). Fiquei emocionada, saí rindo do hospital, conheci uma celebridade particular da minha infância. E ela ainda mandou um abraço pra minha mãe, hihihi.

(aliás, hoje poderia ser o dia do revival da cozinha dos anos 70. Cheguei em casa, abri o twitter e me deparei com este hilário avatar. Eu ri e segui, né?)

#Nuno está bem, ops, um pouco quente, mas em pouco tempo estará bem, né? Amoxicilina, minha amiga, quanto tempo...

Um comentário:

::Fer:: disse...

Assim eu reconheci a Dani K. Um nome e sobrenome que li 200 vezes na foto de turma de escolinha do álbum da minha irmã.

Ótimo post! E a ilustra também.

beijos